Objetivos e Metas

Por que você não bate metas?

Alcançar suas metas não é milagre nem predisposição genética, é uma habilidade que você desenvolve. Neste artigo, você vai ver algumas razões pelas quais você não bate metas.

Muitas pessoas me perguntam nas mensagens do Instagram ou pessoalmente em palestras “Joval, eu desenhei minhas metas e ainda assim não consegui atingi-las, o que eu fiz de errado?”, acontece que esse é um questionamento mais comum do que parece. De acordo com um estudo, apenas 8% das pessoas no mundo conseguem bater suas metas do ano e não, não é um milagre nem predisposição genética, é apenas planejar-se bem. Por isso, listei aqui algumas das razões mais comuns pelas quais você pode não bater suas metas:

1. Sem propósito

Sua meta precisa estar alinhada com o seu propósito de vida.
Sua meta precisa estar alinhada com o seu propósito de vida.

O seu propósito é a razão de você viver a sua vida do seu jeito. Quem tem um propósito na vida entende que o seu tempo na Terra é curto mas que suas ações podem ter um impacto positivo que dura muito mais que uma vida. Para viver uma vida feliz, você definitivamente precisa encontrar o seu propósito e as suas metas devem estar alinhadas a ele.

Aqui vai uma dica: quando estiver escrevendo suas metas, adote a metodologia de brainstorming: suspenda os julgamentos e escreva todas as ideias que vierem à sua mente no momento. O julgamento durante o processo pode quebrar o fluxo e impedir que surjam boas ideias. Quando terminar de escrever, você pode voltar a julgar as ideias para saber se servem como boas metas para você. Algumas perguntas que você deve fazer a si mesmo: esta meta está alinhada ao meu propósito? ela é clara? é uma meta desafiadora mas ainda assim possível de ser alcançada? 

Se você entender que uma meta não se encaixa ao seu momento, mas ainda assim você gostaria de alcançá-la, experimente guardá-la para depois que concluir parte da sua lista atual. Este processo de seleção e julgamento das metas é importante para que suas metas sejam as mais importantes para você e não somente as mais legais, dessa forma você não corre um risco muito grande de perder a motivação lá na frente.

2. Você não se lembra do porquê

Você não se lembra do porquê.

Muitas das suas metas importantes serão de médio a longo prazo, então fica fácil, na correria do dia a dia se esforçando para alcançá-la, se esquecer da razão pela qual a meta foi estabelecida lá no início. 

É o seu porquê que vai lhe ajudar a levantar da cama naqueles dias que você está cansado de tudo e só queria dormir até meio-dia. Com um porquê em mente para as suas metas, é mais simples manter a automotivação para continuar lutando até atingir o que você deseja. Caso você não tenha um porquê claro, siga o exercício: escreva numa folha de papel todos os benefícios que você pode obter quando bater a meta; depois, pergunte a si mesmo porque você deseja esses benefícios e responda da forma mais honesta possível. Mantenha essa lista sempre com você e releia pelo menos uma vez na semana para se lembrar das razões de estar perseguindo esse objetivo.

3. Você quer fazer demais

Você quer fazer demais.
Você quer fazer demais. Fonte: Business photo created by pressfoto – www.freepik.com

Eu já disse algumas vezes nas minhas palestras e em meu podcast Café com Joval que se você tem três prioridades, então você não tem nenhuma prioridade. Eu sei que na hora de escrever suas metas você pode acabar se animando e pensando em alcançar o maior número possível de realizações, mas isso é um erro bastante comum. 

Se você tenta fazer coisas demais, sua energia acaba sendo dispersada em várias atividades e ao invés de conseguir concluir muita coisa em um número pequeno de metas, você vai estar concluindo pouco em um grande número de metas, demorando mais para atingir seus objetivos. Além de desperdiçar energia, você acabará perdendo o foco e o resultado final será stress, síndrome de burnout e nenhum resultado de verdade pelo qual se orgulhar, por isso, é melhor que você foque em um pequeno número de metas e foque em atingi-las primeiro para depois adicionar novas metas à sua lista.

4. Você foca naquilo que você não quer

Pessoas comuns sabem lhe dizer exatamente o que não querem, mas pessoas bem sucedidas podem lhe dizer com clareza o que eles querem. Quando estiver definindo suas metas, tente focar no que você realmente quer alcançar, é muito fácil, por exemplo, dizer que não quer mais o seu emprego atual, mas qual emprego você quer, então? Você enfrentará dificuldades para alcançar suas metas se não souber onde quer chegar de fato. 

Além disso, focar no que você realmente quer lhe dá um senso de direção e lhe mantém positivo até alcançar sua meta. Ao invés de gastar energia pensando no emprego ruim que você quer largar, foque em ter um bom desempenho e buscar o novo trabalho que você deseja.

5. Você está sobrecarregado

Você está sobrecarregada.
Você está sobrecarregada. Fonte: Technology photo created by creativeart – www.freepik.com

Muitas pessoas não conseguem bater meta porque se sentem sobrecarregadas ao acharem que a meta é grande demais e muito difícil de ser alcançada ou por não terem as habilidades necessárias. Quando se está sobrecarregado é fácil duvidar de suas habilidades e seu valor em geral.

Para evitar que você fique sobrecarregado, um planejamento bem feito é essencial. Com um plano, você evita o erro bastante comum de avaliar sua capacidade de alcançar sua meta futura com base nas habilidades do presente, dentro do planejamento você consegue encaixar oportunidades de aprender novas habilidades ou melhorar as existentes para que você seja capaz de chegar até o objetivo.

Planejar suas metas significa também quebrá-las em sub-metas e atividades diárias para manter-se motivado com a sensação de constante evolução em sua jornada pessoal. Funciona assim: no processo de planejamento, você identifica quais os caminhos para bater sua meta e lista as habilidades necessárias. As habilidades que você ainda não possui ou que precisam ser melhoradas são incluídas como subtarefas e ao concluí-las você estará mais perto do seu objetivo final. Quando você faz assim, evita a sensação de sobrecarga e mantém-se motivado por mais tempo.

Objetivos e Metas

A principal razão para falharmos em nossas metas não é necessariamente a falta de metas, mas sim a falta de ação. A maioria das pessoas definem metas, formal ou informalmente (as próprias promessas ou resoluções de ano novo são metas), mas se esquecem que, como sempre digo, papel aceita tudo e meta não é só sobre escrever algo no papel, mas sim se comprometer a pagar o preço que for para alcançar o objetivo. Existem vários motivos pelos quais as pessoas não têm atitude para bater as metas, os mais comuns são esses que listei acima, é importante que você esteja vigilante para tomar a ação necessária quando enxergar algum comportamento parecido com os que listei. Com o tempo e a prática, você se tornará mais decisivo e proativo, aumentando suas chances de sucesso. 

Estabelecer metas é um processo para toda a vida no qual estamos sempre aprendendo e melhorando. Se você conseguir lidar com os comportamentos que citei, já estará no caminho certo. Não se esqueça de trabalhar a sua resiliência também. Nem sempre as metas serão batidas, às vezes algo totalmente fora do nosso controle pode tornar inútil todo o planejamento ou até mesmo a própria meta, manter-se resiliente em situações assim garante que você não vai se autossabotar nas próximas tentativas. Caso queira ler mais sobre resiliência, basta tocar aqui que eu levo você para meu artigo sobre o assunto.


Quais são os outros motivos pelos quais você não bate as suas metas? Compartilhe comigo nos comentários ou nas redes sociais marcando @JovalLacerdaOficial e usando a #PerformanceImporta #CaféComJoval e não esqueça de enviar este artigo para aquele amigo que precisa bater metas.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigo Anterior
Apenas 8% das pessoas batem suas metas de ano novo.

Apenas 8% das pessoas batem meta, aqui está o porquê

Próximo Artigo
Na foto é possível ver as pernas de alguém que está pisando numa grande seta pintada de branco no chão e que aponta para quem está vendo a imagem.

6 passos para encontrar o seu propósito de vida

Postagens Relacionadas
Total
0
Share