Pessoa praticando meditação em casa.

Aprenda uma técnica simples de meditação para controlar a ansiedade durante o ensino remoto

Neste artigo, vamos aprender uma técnica de meditação simples e rápida para ajudar a focar e diminuir o estresse do dia a dia.

Com a mudança brusca para um sistema de ensino remoto durante a pandemia, professores, estudantes e todo o restante da comunidade escolar está sofrendo os impactos do isolamento social. Professores responderam numa pesquisa recente promovida pela Nova Escola que sentem a saúde mental ter piorado após o começo do isolamento, experimentando inclusive ansiedade por não se sentirem capazes de lidar com a carga extra.

No artigo de hoje, vamos aprender uma técnica de meditação simples e rápida para ajudar a focar e diminuir o estresse do dia a dia. 

Este artigo faz parte da nossa coleção de materiais de apoio aos profissionais da educação durante a pandemia de Covid-19. Para ver outros artigos da coleção você pode clicar aqui. 

Antes de vermos essa técnica, é importante ressaltar que meditação não é um remédio milagroso e precisa ser encarada como um desafio diário para conseguir sentir os benefícios. Dito isso, não se preocupe se você não conseguiu completar a meditação no início, o importante é continuar tentando, com o tempo o exercício se torna mais simples e você conseguirá ver resultados mais consistentes. Vamos lá?

Pessoa praticando meditação em casa.
Praticando meditação em casa. – People photo created by yanalya – www.freepik.com

Para começar essa meditação, procure um lugar dentro de sua casa sem muitas distrações. Pode ser o seu quarto, a cozinha, o quintal ou qualquer outro ambiente que você possa se concentrar sem ser interrompido.

Sente-se no chão ou em uma cadeira e mantenha as costas retas formando uma postura ereta, mas sem aplicar muito esforço na coluna.  Feche os olhos e respire devagar, inspirando lentamente pelo nariz e expirando lentamente pela boca. Enquanto estiver fazendo isso, procure focar nas sensações do seu corpo. Caso a sua mente se disperse, não se critique, gentilmente retorne sua atenção para a respiração e continue o exercício. 

Você vai notar que, no início, manter a concentração em sua respiração será muito difícil e nem sempre você conseguirá segurar os pensamentos. Está tudo bem. A intenção não é segurar os pensamentos, deixe que passem livremente pela sua mente e retorne para sua respiração. 

Permaneça no exercício por pelo menos 1 minuto e vá aumentando o tempo que fica meditando gradualmente com o passar dos dias. Com a prática diária, se tornará cada vez mais fácil manter a concentração. Repita o exercício sempre que se sentir muito disperso e precise focar no momento presente. 

Esse exercício não tem idade mínima e você pode treinar junto com seus alunos também, assim todos colherão os benefícios de uma mente mais calma, focada e presente. 

Você já conhecia alguma técnica de meditação? Conta para mim nos comentários aqui embaixo e compartilhe esse artigo com colegas!

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigo Anterior
Menina com cabelos pretos e longos cansada em frente ao notebook.

Por que a gente se cansa mais nas aulas remotas e o que podemos fazer?

Próximo Artigo
Garoto estudando remotamente.

O Guia Completo de Canais de Educação do YouTube Brasil

Postagens Relacionadas
Total
0
Share